Buscar
  • turismoebomedatrab

História de Conceição do Formoso

Atualizado: 8 de nov. de 2021


O nome original de Conceição do Formoso era Arraial dos Portões. Esse nome pitoresco veio em função da grande quantidade de porteiras que existiam em suas passagens até o município de Rio Pomba, que conforme lei provincial nº 3.442 de 28-09- do ponto de vista geopolítico do Brasil incluía em seu território a localidade.


O vilarejo de Arraial dos Portões contava com uma atração à parte: o rio formoso. Esse majestoso rio que mais tarde veio compor o nome atual da comunidade, também serviu para matar a sede dos tropeiros que seguiam rumo a estrada real.

Assim, supõem-se que o desenvolvimento do povoado se dê num período da história de Minas Gerais em que o ciclo minerador já havia se esgotado, e os Sertões Proibidos do Leste - atual zona da mata mineira, tem sua ocupação intensificada pela abertura de fazendas para a produção agro pastoril.


Em 1894, Palmyra possuía 21.500 habitantes sendo que em Conceição do Formoso viviam mais de 4500 habitantes, funcionando como uma espécie de entreposto, tornando-se uma referência geográfica para a população que vivia nas fazendas e sítios dos arredores do povoado.


Segundo o dicionário geopolítico do Brasil, a localidade passou a pertencer ao município de Santos Dumont, antiga Palmyra no ano de 1903. Especula-se que essa articulação com Rio Pomba deu-se supostamente mediante promessa de Palmyra assumir o compromisso da construção de uma extensão de ramal da linha férrea. Essa demanda facilitaria o escoamento da produção e promoveria desenvolvimento da região do Pomba, pois na época os projetos de extensão ferroviária se direcionavam para Oliveira Fortes.


O distrito deixa de ser chamado Arraial dos portões quando, segundo os moradores mais antigos, um fazendeiro da região diante da enfermidade de um filho faz uma promessa a Nossa Senhora da Conceição e, tão logo a saúde deste fora restabelecido, ergueu-se uma capela em homenagem a santa.


Outro dado importante em termos de pistas sobre a origem do povoado, diz respeito a religiosidade. Dados da arquidiocese de Juiz de Fora confirmam o ano de 1887, a capela foi elevado a paróquia. Então, se a paróquia foi criada ainda no Período Imperial é um sinal de que ali já possuía alguma importância administrativa.


Atualmente, a produção agrícola é expressiva com a cultura da banana, mandioca e também da pecuária, mas novos horizontes criativos parecem apontar caminhos para a pequena e querida Conceição do Formoso, o turismo de base comunitária.


Conceição do Formoso guarda em suas casas, sítios, cachoeiras e matas, os sabores, histórias e cheiros das mais simples tradições mineiras associado a um jeito acolhedor e afetuoso de tratar as pessoas que fazem desta pequena comunidade um diferencial para toda região, fazendo-a ser conhecida como comunidade acolhedora. E lembre-se, quer um pouco de sossego? Vai pra Conceição do Formoso.



580 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo